Naming: não decida o nome da sua pequena empresa sem conhecer esses 4 conceitos

    1024 492 Melina e Raphael

    “Já tive mil ideias, quebrei a cabeça e não consigo encontrar o nome perfeito para minha empresa”. Decidir sobre o nome da nossa empresa é mesmo uma tarefa complicada! Existe toda uma área do conhecimento chamada Naming, como já comentamos nesse outro artigo. Ainda assim, é comum as pessoas darem mil voltas e acabarem escolhendo palavras que já conhecem ou mesmo pedir socorro de amigos e parentes.

    O nome da empresa não deve ser só um nome criativo e interessante, ele ainda precisa ser registrável e garantir exclusividade de uso para sua pequena empresa.

    Afinal, como escolher um nome que vai realmente destacar sua empresa? E como saber se, a qualquer momento, não vai aparecer alguém dizendo que você não pode mais usar aquele nome? É preciso conhecer alguns conceitos e ter uma estratégia antes de decidir!

     

    1 – Conceito de “marca fraca”

    O maior conselho quando o papo é marca se resume em uma palavra: diferencie-se! Ou seja, destaque sua empresa na multidão! É por isso que é tão importante fugir do conceito de “marca fraca”. Porque uma marca fraca é justamente aquela que não consegue exclusividade. Ou seja, ela não é registrável no INPI por não ser diferente o suficiente. Mas, o que caracteriza um nome de marca fraco? É aquele nome que é genérico demais, descritivo demais ou usado muito comumente para falar sobre aquele produto ou serviço.

    O advogado especialista em registro de marcas, Moysés de Carvalho, dá alguns exemplos: “Bom Pneu“, para loja de pneu, “Projeta” para um escritório de arquitetura, “Japan House” para restaurante de comida japonesa ou “Dry” para fraldas. Esses são todos exemplos de marcas fracas que não podem ser registradas. Você encontra mais detalhes nesse artigo escrito pelo Moysés. Ou seja, evite ao máximo nomes descritivos, eles provavelmente serão “marcas fracas”.

    + Leia também – Registro no INPI: como proteger sua marca

     

    2 – Conceito de “palavra mágica”

    Ao contrário da “marca fraca”, a “palavra mágica” é distintiva suficiente por ser única. Em geral, a “palavra mágica” é a soma de uma ou mais palavras criando uma palavra nova, um neologismo. Por exemplo, a união do pedaço “Cata“, da palavra “Catapulta” com a palavra “pule“, fez nascer a marca “Catapulle“. Essa palavra nova pode nascer até mesmo de uma palavra completamente inventada. Marcas como “Kodak” e “Häagen-Dazs” foram inventadas.

    Usar palavras mágicas tem duas vantagens super importantes. A primeira é que sua empresa terá um nome único e, assim, vai se destacar muito mais do que ter um nome comum ou simples demais. E a segunda é que a registrabilidade da sua marca no INPI será muito facilitada! Mesmo assim, lembre-se: antes de decidir e bater o martelo sobre o nome da sua pequena empresa, consulte um advogado especializado para garantir que aquele nome é registrável no INPI.

    O nome Catapulle passa a sensação de crescimento em pulos e saltos de qualidade que os empreendedores darão após os cursos, conhecimentos e consultoria oferecidos pela empresa. Criação de Marca Apaixonante e Naming por carinhas.com.br

    O nome Catapulle passa a sensação de crescimento em pulos e saltos de qualidade que os empreendedores darão após os cursos, conhecimentos e consultoria oferecidos pela empresa. Criação de Marca Apaixonante e Naming por carinhas.com.br

    + Leia também – Naming: 4 etapas na hora de escolher o nome ideal para sua empresa

     

    3 – Conceito de Tagline

    Casal, você acabaram de falar que um bom caminho é usar uma “palavra mágica”. Mas, se eu nomear meu negócio com uma palavra nova, como as pessoas vão saber do que se trata?” Ahá, aí entra a parceira infalível do nome, a tagline. Trata-se daquela frase ou palavra que vem colada ao nome e ajuda no entendimento do que aquela empresa faz. Ou seja, se você vê o nome “Förena“, não dá pra saber logo de cara do que se trata. Porém, com a tagline “skincare” você já entende um pouco melhor sobre a proposta daquela empresa.

    Essa dupla infalível: nome mais tagline vão se unir a sua identidade visual, claro! Tornando os conceitos que a marca quer passar ainda mais fortes e dando cada vez mais clareza ao seu cliente do que se trata sua proposta única de mudar o mundo. Nasce, assim, uma Marca que tem tudo para ser Apaixonante!

    O nome Förena é uma palavra sueca que significa “unir”, “combinar”, “unificar”, “colocar junto”. O foco, então, é na ideia que os produtos são uma combinação de muitos em um. Criação de Marca Apaixonante e Naming por carinhas.com.br)

    O nome Förena é uma palavra sueca que significa “unir”, “combinar”, “unificar”, “colocar junto”. O foco, então, é na ideia que os produtos são uma combinação de muitos em um. Criação de Marca Apaixonante e Naming por carinhas.com.br

    + Leia também – Identidade visual, o que é isso afinal?

     

    4 – Registro e Classificações de Nice

    Um detalhe importante é entender que, pelo menos em um primeiro momento, será preciso se enquadrar em uma ou mais das classificações de Nice para conseguir o registro da sua marca no INPI. Sim, as marcas são registráveis por segmento. Ou seja, não tem problema existir uma marca chamada “Carinhas” para uma indústria de sapatos e outra chamada “Carinhas” para um estúdio de design, como nós. Isso porquê dificilmente as pessoas vão querer contratar um estúdio de design e acabar comprando um sapato “por engano” só por confundirem o nome e a marca, certo?

    Sendo assim, ao pensar no nome da sua empresa, você tem que ter definida sua área de atuação para se enquadrar em alguma das classificações de Nice. Por isso, se você ainda está em dúvida do que vai fazer exatamente e sua empresa ainda tem muitas possibilidades em aberto, é o caso de definir um pouco melhor a sua estratégia antes de bater o martelo sobre o nome. Clique aqui e veja um artigo mais completo escrito pelo advogado Moysés de Carvalho.

    + Leia também – Quando investir em uma marca para minha pequena empresa?

     

    Conclusão

    Muita calma antes de adotar o nome que você acreditou ser mais criativo ou interessante. Caso você esteja começando e não tenha experiência com Naming, muito cuidado para não acabar decidindo por uma “marca fraca” sem querer. Esse nome ainda precisa ser registrável no INPI dentro da Classificação de Nice adequada para sua empresa. Uma palavra mágica com a tagline certa pode ser a combinação perfeita para sua empresa ser autêntica e conseguir o registro. Para te lembrar de buscar sempre autenticidade, salve esse wallpaper com a frase “Autenticidade é magnética” para celular abaixo ou para computador clicando aqui.

     

    Como tem sido para você? Como foi criar o nome da sua empresa? Temos criado nomes incríveis como os exemplos desse post e vai ser um prazer cuidar do nome da sua pequena empresa também! Se você precisar de uma ajuda, conte com a gente na criação do seu nome, peça uma proposta clicando aqui.

    SUA PEQUENA EMPRESA ESTÁ PRONTA PARA APAIXONAR?

    Faça o teste online e descubra seu momento empreendedor e quais são os próximos passos para apaixonar seus clientes dos sonhos.

    Fazer o teste

    Você está escolhendo o nome da sua empresa? Não decida sem conhecer esses conceitos

    Naming: Como escolher um nome forte e registrável. Conheça quatro conceitos para sua empresa ter o nome ideal

    Não decida o nome da sua pequena empresa sem conhecer esses quatro conceitos

    Autoria

    Melina e Raphael

    Formados, pós graduados e apaixonados por design gráfico. Cariocas que vieram estudar Branding em Portugal e ficaram. Sócios desde 2008, ajudamos centenas de pessoas empreendedoras com grandes sonhos a terem uma Marca Apaixonantes. Curiosos, otimistas e praticantes de dancinhas da felicidade!

    Todas as histórias por: Melina e Raphael
    4 comentários

    Vamos amar receber seu comentário!

    Pode deixar que não vamos publicar o seu e-mail, ok? ;)